Melhores remédios emagrecedores de 2019

Os remédios para emagrecer são as formas mais rápidas, práticas e conhecidas de perder peso. Confira mais remédios para emagrecer, como eles atuam no corpo, para quem são indicados e quais podem causar efeitos colaterais.

Tribulus emagrece?

Auxiliando no emagrecimento através da indução do uso da gordura que está acumulada no corpo, aumentando da produção da testosterona, o que leva a queima da gordura de forma intensificada, esse hormônio faz com que a resistência e força sejam maiores durante os treinos.

Por permitir o equilíbrio da testosterona, os músculos e a perda de peso se dão de forma saudável, esse medicamento é extraído de uma planta, assim é um remédio de origem natural.

Confira lista com outros medicamentos

A Sibutramina é um dos mais conhecidos e usados. Atua alterando em alguns neurotransmissores, como a serotonina, noradrenalina e dopamina, assim, causam a redução do apetite. No Brasil só pode ser adquirido com prescrição médica.

A Sibutramina possui contraindicações para quem tem hipertensão, diabetes e provoca o risco de aumento das doenças cardiovasculares por trazer efeitos colaterais como: alteração de humor, boca seca, constipação, dor de cabeça e insônia.

O Saxenda Preço foi aprovado pela ANVISA em 2016, tem como princípio ativo a Liraglutida, a mesma encontrada no remédio Victoza, usado no tratamento para diabetes, mas além de auxiliar a glicose no sangue reduz a sensação de fome. Ao contrário dos medicamentos mais conhecidos, o uso desse medicamento não se dá pela deglutição, deve ser injetado sob a pele.

O Saxenda pode levar ao desenvolvimento de pancreatite, cálculos na vesícula biliar e risco de hipoglicemia, principalmente em pacientes com diabetes tipo 2.

O Orlislat diferente dos outros remédios não atua na saciedade e sim em outros mecanismos do metabolismo. Eles interferem na absorção da gordura, fazendo com que apenas 30% sejam absorvidas pelo corpo, fazendo com que sua maior quantidade seja eliminada nas fezes.

Esse remédio geralmente é utilizado junto a outros medicamentos para emagrecer, ingerido por pessoas que têm maior dificuldade em contar a gordura de sua alimentação. A alta ingestão desses medicamentos junto ao grande teor de gordura pode causar diarreias, devido à quantidade de gordura eliminadas nas fezes, o que pode levar a um desconforto abdominal.

As anfetaminas, como Anfepramona, Femproporex e Mezindol, entram na classe de medicamentos de anorexígenos agindo de modo direto na redução do apetite, nesse medicamento chega a inibir a fome quase que 100%.

Esse tipo não é comercializado no Brasil, foram proibidos em 2011 pela Vigilância Sanitária, mas aguardam aprovação.

O maior problema dessas fórmulas é que elas não melhoram o metabolismo e nem auxiliam na reeducação alimentar, podendo causar alterações no comportamento dos seus usuários como: ansiedade, irritabilidade, insônia, tremores e depressão.

Caso esses medicamentos não sejam eficazes é indicado que se tenha uma orientação médico, pois haverá uma melhor indicação para cada paciente.

Pessoas com o IMC acima de 27 e que possuam doenças metabólicas é ideal que se use algum medicamento para auxiliar no processo do emagrecimento, são nessas condições onde os benefícios superam aos efeitos colaterais.

 


Warning: Use of undefined constant rand - assumed 'rand' (this will throw an Error in a future version of PHP) in /home/restaurantetanger/www/wp-content/themes/adorable/single.php on line 96

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *